quarta-feira, 12 de junho de 2013

Casa de Pedra - Espetada nas pedras entre Pitangueiras e Astúrias



Gregori Warchavchik (1896-1971), arquiteto nascido na Ucrânia e vindo para o Brasil em 1923 tinha um escritório de arquitetura onde foram revelados alguns talentos como Oscar Niemeyer, Vilanova Artigas, Charles Bosworth e também Henrique Cristofani (ou Verona, como gostava de ser chamado). Pelo fato do arquiteto do Edifício Sobre as Ondas, Jayme Fonseca Rodrigues, ter morrido durante a construção da obra, Roberto Braga contratou o escritório de Warchavchik para projetar uma casa debruçada acima do mar.

Verona foi então incumbido de desenhar a casa que brotava das rochas e erguendo-se para dividir as praia das Astúrias e Pitangueiras.

O que impressiona nesta construção são os interferes naturais como maresia, ressaca, umidade, além do tempo que não danificaram esta obra projetada em 1952.

Uma curiosidade foi que esta casa serviu como cenário para o filme “O Puritano da Rua Augusta”, produzido e estrelado por Amácio Mazzaropi.

Fonte: Blog Guarujá Web



























24 comentários:

  1. Lindas fotos! Impossível visitar o Guarujá e não se encantar com essa casa. Com certeza, aguça o imaginário de todos os visitantes... Agradeço as postagens.

    ResponderExcluir
  2. A casa mais linda que eu já vi.

    ResponderExcluir
  3. Mexe com a imaginação, que cada é essa que sobreviveu a tantos prédios? Linda! Me apaixonei.

    ResponderExcluir
  4. Mexe com a imaginação, que cada é essa que sobreviveu a tantos prédios? Linda! Me apaixonei.

    ResponderExcluir
  5. Morria de curiosidade para ver essa casa por dentro 😍😍. É linda. Obrigada por compartilhar

    ResponderExcluir
  6. Tenho uma enorme curiosidade em saber quem são os atuais e antigos proprietários da casa. A integração das rochas com a casa é sensacional. A localização de uma casa assim, com esta vista, encravada nada Pitangueiras é um privilégio divino.

    ResponderExcluir
  7. adorei. Também morria de curiosidade

    ResponderExcluir
  8. Acho incrível, gostaria de fotografá-la.

    ResponderExcluir
  9. Amei ver a casa por dentro, principalmente pela vista que ela tem de todos os ângulos.

    ResponderExcluir
  10. O projeto é, de fato, do arquiteto Verona, meu pai. No entanto, o escritório de Warchavchik, ao contrário do que se propaga erroneamente na rede, nada teve a ver nem com o projeto nem com a construção da casa. Naquele então, meu pai era sócio do escritório Vaidergorn-Verona Arquitetos-Engenheiros-Construtores. Solicitoma gentileza de corrigir as informações. Muito obrigada, dra. Teresa Cristófani Barreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Teresa, sou arquiteto e neto de Warchavchik. Desde pequeno meu pai me mostrava essa sensacional casa e falava "é projeto do Verona, amigo de vovô e foi seu colaborador". Sempre que vejo esse erro corrijo! att; Carlos

      Excluir
  11. O projeto é, de fato, do arquiteto Verona, meu pai. No entanto, o escritório de Warchavchik, ao contrário do que se propaga erroneamente na rede, nada teve a ver nem com o projeto nem com a construção da casa. Naquele então, meu pai era sócio do escritório Vaidergorn-Verona Arquitetos-Engenheiros-Construtores. Solicitoma gentileza de corrigir as informações. Muito obrigada, dra. Teresa Cristófani Barreto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Teresa, sou arquiteto e neto de Warchavchik. Desde pequeno meu pai me mostrava essa sensacional casa e falava "é projeto do Verona, amigo de vovô e foi seu colaborador". Sempre que vejo esse erro corrijo! att;

      Excluir
  12. Cresci, passeando e brincando pela Pitangueiras, admirando essa casa sobre as pedras. Ficava no edifício ao lado, Colúmbia.
    Valéria

    ResponderExcluir
  13. Adorei as fotos, sempre admirei a casa das pedras...

    ResponderExcluir
  14. ..só entrando pra ter a dimensão..

    ResponderExcluir
  15. engraçado....essa casa não está construída num terreno da marinha brasileira ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e continua com inveja!

      Excluir
    2. sim, uma concessão à família, pelo que eu saiba por cem anos, Zacharias/Tuma.

      Excluir
  16. Gostaria de saber a quem pertence hj,na década de 70 fui em algumas festas de uma deputada Dulce não recordo o sobrenome,alguém poderia me informar?

    ResponderExcluir
  17. ..familia de SP, Zacharias, Ana Mª Tuma Zacharias.

    ResponderExcluir